skarn depósitos são um tipo de depósito de minério formado por substituição metassomática em carbonato rochas, tipicamente calcário or dolomite. Eles são caracterizados por sua associação com skarn, um grão grosso, rico em silicato Rocha metamórfica que é formado pela interação de fluidos magmáticos quentes com rochas carbonáticas.

modelo de depósito de skarn

Os depósitos de skarn são freqüentemente encontrados nas zonas de contato entre Rochas ígneas, como granitos e rochas carbonáticas. Eles também podem se formar em outros ambientes onde rochas carbonáticas entram em contato com fluidos quentes e ricos em metais, como em torno de falhas ou em sistemas hidrotermais.

Os depósitos de Skarn têm sido historicamente significativos como fonte de cobre, ferro, e outros metais. Eles foram reconhecidos pela primeira vez como um importante tipo de depósito mineral no final do século 19 na Europa e desde então foram encontrados em muitas partes do mundo. Hoje, os depósitos de skarn continuam sendo uma importante fonte de metais e são frequentemente associados a operações de mineração em grande escala.

Tipos de Depósitos Skarn

Os depósitos de Skarn são classificados com base no tipo de rocha ígnea que os originou. Os principais tipos de depósitos de skarn são:

  1. Skarns cálcio-silicato: Estes são o tipo mais comum de depósito de skarn e estão associados a rochas ígneas cálcio-alcalinas, como diorito, quartzo diorito, e granodiorito. Eles normalmente contêm minerais tais como granada, piroxeno e volastonita.
  2. Magnetita Skarns: São skarns associados a rochas ricas em magnetita, como intrusões máficas ou ultramáficas. Eles são tipicamente caracterizados pela presença de magnetita e piroxênio, além de outros minerais como granada e anfibólio.
  3. Clorito Skarns: Esses skarns estão associados a rochas ricas em clorita, como rochas ultramáficas serpentinizadas. Eles normalmente contêm minerais como granada, epídotoe actinolita.
  4. Tungstênio Skarns: São skarns enriquecidos em tungstênio e normalmente associados a rochas graníticas. Eles são caracterizados pela presença de minerais como scheelita, volframita e molibdenite.
  5. Dourado Skarns: São skarns associados à mineralização do ouro e normalmente associados a rochas graníticas. Eles são caracterizados pela presença de minerais como pirrotita, pirita, e arsenopirita.

Processos de Formação e Mineralogia

Os depósitos de skarn se formam quando fluidos ricos em minerais quentes invadem e reagem com a rocha hospedeira, causando a formação de uma rocha metamórfica chamada skarn. Os skarns podem se formar em uma variedade de tipos de rocha, incluindo calcários, dolomitas e xistos, e a natureza do skarn que é formado depende da composição do fluido intrusivo e da rocha hospedeira.

Durante a formação do skarn, o fluido invasor pode causar a alteração da rocha hospedeira, levando à formação de novos minerais. A alteração também pode provocar a formação de novas texturas na rocha, incluindo foliação e bandeamento. Os novos minerais formados durante a formação do skarn podem incluir uma grande variedade de minerais, incluindo granada, piroxênio, anfibólio e outros minerais de silicato.

Skarns também podem conter minerais de minério, que pode precipitar dos fluidos ricos em minerais que são responsáveis ​​pela formação do skarn. Minerais comuns encontrados em skarns incluem cobre, ferro, zinco, tungstênio, molibdênio e ouro. Os minerais de minério específicos que estão presentes em um depósito de skarn dependem da composição do fluido invasor e da rocha hospedeira.

No geral, o mineralogia e a textura dos depósitos de skarn pode ser bastante complexa e variável, e as características específicas de qualquer depósito dependerão do ambiente geológico específico em que se formou.

Significado econômico e usos

Os depósitos de skarn são fontes economicamente significativas de metais como cobre, ouro, prata, zinco, conduzir, tungstênio e ferro, entre outros. Eles são importantes porque podem ser depósitos grandes e de alto teor, e podem ser extraídos usando métodos subterrâneos ou a céu aberto.

Os depósitos de skarn são particularmente valiosos por seu tungstênio e minério de ferro naturais, bem como sua mineralização de cobre e ouro de alto teor. Eles também são importantes fontes de elementos de terras raras e outros metais estratégicos, que são usados ​​em uma ampla gama de aplicações industriais e tecnológicas.

Além de sua importância econômica, os depósitos de skarn também são de interesse científico, pois fornecem informações valiosas sobre os processos geológicos que os formaram, bem como a história tectônica e magmática da região em que se encontram.

Exemplos de depósitos de skarn em todo o mundo

Existem muitos depósitos de skarn em todo o mundo, alguns dos quais são fontes significativas de minerais. Aqui estão alguns exemplos:

  1. Mina Bingham Canyon, Estados Unidos: Esta é uma das maiores minas de cobre a céu aberto do mundo, localizada em Utah, EUA. É principalmente um depósito de pórfiro de cobre-ouro-molibdênio, mas também inclui mineralização de skarn com reservas significativas de tungstênio.
  2. Mina Antamina, Peru: Este é um grande depósito de skarn de cobre-zinco-prata-ouro localizado na Cordilheira dos Andes do Peru. É um dos maiores produtores de cobre e zinco do mundo.
  3. Yerington Mine, EUA: Este é um depósito de skarn de cobre e ouro localizado em Nevada, EUA. Foi historicamente uma importante fonte de cobre, mas está inativa há várias décadas.
  4. Tungsten Queen Mine, EUA: Este é um depósito histórico de skarn de tungstênio localizado na Carolina do Norte, EUA. Foi uma importante fonte de tungstênio durante a Segunda Guerra Mundial.
  5. Mittersill Mine, Áustria: Este é um depósito de skarn de tungstênio localizado nos Alpes austríacos. É um dos maiores depósitos de tungstênio do mundo.
  6. Daheishan Mine, China: Este é um grande depósito de skarn de ferro-cobre localizado na província de Liaoning, China. É um dos maiores depósitos de ferro da China.
  7. Mina Bayan Obo, China: Este é um grande depósito de skarn de ferro-REE-fluorita localizado na Mongólia Interior, China. É o maior depósito REE do mundo.
  8. Renison Bell Mine, Austrália: Esta é uma lata depósito de skarn localizado na Tasmânia, Austrália. É um dos maiores depósitos de estanho do mundo.
  9. Mina El Teniente, Chile: Este é um grande depósito de cobre localizado na Cordilheira dos Andes do Chile. É uma das maiores minas de cobre do mundo.

Estes são apenas alguns exemplos dos muitos depósitos de skarn encontrados em todo o mundo.

Resumo dos pontos principais

  1. Depósitos minerais são concentrações de minerais que podem ser extraídos economicamente para uso.
  2. Existem muitos tipos de depósitos minerais, incluindo depósitos magmáticos, depósitos hidrotermais, depósitos sedimentares, depósitos metamórficos e depósitos de veia.
  3. Os depósitos magmáticos se formam a partir do resfriamento e cristalização do magma e incluem pórfiro, skarn, pegmatite, kimberlito, e depósitos carbonatíticos.
  4. Os depósitos hidrotermais se formam a partir de fluidos quentes e ricos em minerais que circulam pelas rochas e incluem cobre pórfiro, ouro epitermal e depósitos de ouro do tipo Carlin, entre outros.
  5. Os depósitos sedimentares formam-se a partir do acúmulo de sedimentos e incluem formações de ferro bandadas, depósitos sedimentares de fosfato e depósitos de evaporitos, entre outros.
  6. Os depósitos metamórficos se formam a partir da recristalização de minerais em resposta ao alto calor e pressão e incluem alguns tipos de depósitos de ouro e cobre, bem como alguns tipos de pedras preciosas.
  7. Os depósitos de veias são zonas mineralizadas estreitas, muitas vezes de alto grau, que normalmente são hospedadas em fraturas ou falhas nas rochas e podem conter uma variedade de metais, como ouro, prata, cobre e zinco.
  8. Os depósitos de skarn são depósitos metamórficos de contato que se formam quando fluidos quentes e ricos em minerais interagem com rochas carbonáticas e podem ser importantes fontes de cobre, ferro, tungstênio e outros metais.
  9. A exploração mineral e a mineração envolvem uma variedade de técnicas, incluindo mapeamento geológico, perfuração, levantamentos geofísicos e análises geoquímicas.
  10. Os depósitos minerais são fontes importantes de matérias-primas para uma variedade de indústrias, incluindo construção, energia, eletrônica e manufatura. No entanto, a extração mineral pode ter impactos ambientais significativos, incluindo destruição de habitat, erosão do solo, poluição da água e emissões de gases de efeito estufa.